quarta-feira, 10 de outubro de 2007

O Gphone vem aí!

Gphone

Fonte: TI Inside

O Google está desenvolvendo um celular que terá sistema operacional com código-fonte aberto, baseado em Linux. O projeto, que vinha sendo mantido em sigilo absoluto, foi revelado por executivos próximos à empresa ao jornal americano The New York Times.

A idéia, segundo essas mesmas fontes, não é, no entanto, rivalizar com o iPhone, da Apple. Ela não deve também ser a fabricante do telefone. A estratégia da companhia é criar o software e, depois, tentar persuadir os fabricantes de celulares e handhelds a usá-lo como uma alternativa ao Windows Mobile da Microsoft e outros sistemas operacionais existentes atualmente.

Ao contrário da Microsoft, o Google não irá cobrar dos fabricantes do telefone a taxa licenciamento para o software. E vez disso, o custo dos aparelhos poderá ser subsidiado, em parte, por anúncios. “O ponto essencial é que a estratégia do Google é capitanear a criação de um concorrente de software aberto ao Windows Mobile”, disse um executivo da indústria, que pediu anonimato à reportagem do jornal americano. “O Google irá colocar o celular no mundo do código-fonte aberto e levará a economia para fora do negócio do Windows Mobile.”

A expectativa do Google é que os telefones baseados em Linux estejam disponíveis no ano que vem. O Gphone, como foi batizado provisoriamente o aparelho, é uma tentativa da empresa de estender seu domínio no segmento de anúncios online para a internet móvel.

Para isso, ela está desenvolvendo uma série de aplicações que vão além do software móvel de busca e de mapas, e deve incluir, talvez, um browser de navegação para celulares.

O sucesso do Google nessa área, segundo os analistas, dependerá em grande parte de sua habilidade de fechar acordos com operadoras de telefonia móvel e fabricantes de aparelhos.

Ao ser perguntado sobre projeto, o CEO do Google, Eric E. Schmidt, disse que o mercado de telefonia móvel é a área a maior de oportunidade de crescimento para a empresa, embora não tenham oferecido detalhes sobre o projeto.

Nenhum comentário: